A Congregação

Identidade

Congregação dos Oblatos de São José inserida na Igreja como Congregação de direito pontifício, ela é de natureza clerical, composta de Sacerdotes e Irmãos. (C. Art. 2 )

Missão

A glória de Deus, através da santificação de seus membros e do exercício do apostolado, com o testemunho dos Conselhos evangélicos. (C. Art. 2)
Educar para o desenvolvimento integral do ser humano de forma sustentável e comprometida com a vida e a sociedade. (E. Art. 2)

Valores

Oblatos de São José, fiéis ao carisma do Fundador, são chamados reproduzir na sua vida e no apostolado o mistério cristão como o viveu São José: na união com Deus, na humildade, na discrição, na laboriosidade, na dedicação “aos interesses de Jesus
Abertura à Deus como fonte da verdadeira humanização da pessoa e da comunidade; cultivo da humildade, simplicidade e interioridade; respeito pela vida; valorização da dignidade humana; atenção à família e sensibilidade social. (E. Art. 2)

Objetivos

  • Consagram-se ao serviço da Igreja;
  • Nas formas de apostolado ministerial que dia a dia a Providência indica”;
  • Prestando especial atenção aos mais necessitados. (C. Art. 3)
  • Criar e manter estabelecimentos de ensino e obras sociais;
  • Proporcionar uma educação crítica e construtiva, com o objetivo de fomentar a Integração entre os ramos do saber e as linhas de pensamento da pedagogia Josefina Marelliana;
  • Prover-se de meios e processos atualizados que garantam padrões de qualidade;
  • Desenvolver ações beneficentes e filantrópicas de caráter socioeconômico, como concessão de recursos e serviços para pessoas sem ou de baixa renda;
  • Manter e ampliar os serviços educacionais e beneficentes;
  • Proporcionar meios para inclusão social de pessoas deficientes, com necessidades especiais e outras situações de vulnerabilidade social.
  • Assistir, acompanhar e apoiar as famílias em situação de vulnerabilidade social;
  • Preparar profissionais com sólida formação cristã, habilitados para o eficiente desempenho de suas funções com senso de responsabilidade social e que sejam testemunhas de sua fé cristã;
  • Promover a cultura intelectual, artística, cívica e espiritual;
  • Elaborar projetos que ampliem e mantenham as obras sociais;
  • Promover, apoiar e executar projetos para as crianças, menores e adolescentes. (E. Art. 2)

Como

Educação moral e religiosa dos jovens nas várias atividades sugeridas por tempos e lugares;
Ministério pastoral nas Missões e nas Paróquias, inclusive ajudando o clero diocesano;
Difusão da devoção a São José. (C. Art. 3)