Apostolado Josefino Marelliano

O apostolado Josefino-Marelliano dentro da Província Nossa Senhora do Rocio, da Congregação dos Oblatos de São José, é parte do exercício do carisma dos Oblatos e recebeu no Brasil, sobretudo a partir da metade da década de 1980, uma consideração particular. A partir desse período, os Oblatos de São José no Brasil passaram a cultivar em seus campos de atuação apostólica, os grupos de leigos denominados “leigos josefinos” que começaram receber conhecimentos da pessoa e da espiritualidade josefina caracterizada na pessoa de São José, o guarda do Redentor, e também de José Marello, fundador dos Oblatos de São José, propositor da pessoa de São José como modelo e protetor para a sua Congregação.

O início deste “novo apostolado” entre os Oblatos reverteu logo em seguida em bons frutos com a criação de grupos específicos de leigos que passaram a viver mais concretamente a espiritualidade josefina e a conhecer mais a teologia de São José. Estes grupos passaram a ser denominados de “Fraternidades de São José” e se reuniam mensalmente (e, todavia, ainda hoje se reúnem) para a finalidade proposta e auxiliados por um subsídio denominado “Semente Josefina”. Nessa mesma esteira do apostolado Josefino-Marelliano, os devotos de São José passaram a se encontrar todos os anos, no dia primeiro de maio, na igreja São José de Apucarana, a qual foi escolhida pelos Oblatos como o lugar central para a manifestação concreta desse apostolado para toda a Província.

No ano de 2000 os Oblatos deram outro passo importante no fortalecimento do apostolado Josefino-Marelliano recebendo do bispo diocesano de Apucarana o título de Santuário Diocesano de São José para a igreja de São José e a partir dali os Oblatos de São José instituíram na cidade de Apucarana o Centro de Espiritualidade Josefino-Marelliana, tornando-o órgão difusor da teologia e da espiritualidade josefina para todo o Brasil, inclusive com a publicação de uma revista denominada de “Estudos Josefinos” e disponibilizada para todo o Brasil.

A partir do ano de 2003, o apostolado Josefino-Marelliano na Província dos Oblatos de São José, alargou suas fronteiras para o Brasil com a criação dos “Congressos Teológicos de São José”, oferecidos a cada três anos a leigos, sacerdotes e religiosos e dirigidos por especialistas na espiritualidade e teologia de São José. Esta iniciativa veio somar aos esforços do trabalho do Centro de Espiritualidade e São José passou a ser ainda mais conhecido entre os seus devotos no Brasil.

Por fim, no ano de 2013, como resultado de toda a caminhada da Pastoral Josefino-Marelliana, surgiu a Associação São José, guarda do Redentor, formada por leigos, sacerdotes religiosos e diocesanos e religiosas. Esta se coloca como um ponto de encontro e interligação entre os devotos, simpatizantes, amigos e estudiosos de São José, procurando difundir a sua pessoa e espiritualidade, evidenciando o lugar do Guarda do Redentor na teologia católica no mistério da encarnação e salvação, ao lado de sua esposa, Maria de Nazaré.

Sem Título-1


1º de maio Apucarana 5 1 de maio Apuc 1 de maio Apucarana 1º de maio Apucarana 1 1º de maio Apucarana 2 1º de maio Apucarana 3 1º de maio Apucarana 4

Comentários estão fechados.