5 passos para crescer na confiança em Deus

A confiança em Deus parte da intimidade que temos com Ele, que só brota quando buscamos viver uma verdadeira amizade com o Senhor. As dificuldades que enfrentamos no nosso dia a dia não tornam esse caminho fácil. Porém, é justamente por meio delas que podemos cultivar a virtude da fé, como fizeram muitos santos ao longo dos séculos. Para te ajudar, preparamos esse guia com 5 passos para crescer na confiança em Deus.

Com um casamento difícil e um filho que era motivo de muitas preocupações, essa confiança na Vontade Divina marcou a vida de uma mulher africana. Embora amasse a Deus, ajudasse os mais necessitados e tivesse uma vida de oração muito intensa, também viveu muitas angústias, que lhe renderam muitas lágrimas.

No entanto, sempre buscava refúgio nos braços de Cristo e no colo da Virgem Maria. Assim, conseguia perseverar na oração, por mais que a razão indicasse que não havia motivos para continuar insistindo.

Para compreendermos o final dessa história, precisamos, antes, passar pelo caminho que foi trilhado por essa mulher. Afinal, como alcançar a virtude da fé, mesmo quando nos sentimos perdidos, sozinhos ou tudo parece impossível? A chave está em cultivar práticas que nos aproximam da graça de Deus. 

1 Busque constantemente a Vontade de Deus

Como Deus é nosso Pai, sabemos que Ele prepara sempre o melhor para nós – e a confiança que devemos ter está enraizada nessa verdade. Entretanto, assim como Adão e Eva fizeram no Gênesis, muitas vezes escolhemos seguir por outro caminho, aparentemente mais fácil e agradável e, assim, desobedecemos.

Por isso, o Papa Francisco nos lembra em uma de suas homilias que, para vivermos conforme a Vontade Divina, precisamos pedir em oração a determinação necessária. Desse modo, nos aproximamos de Jesus e esperamos, um dia, ouvir:

“Aqui estão minha mãe e meus irmãos, porque aquele que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe”. (Mt 12, 49-50)

São José Marello, sacerdote italiano, afirmava que devemos sempre ter os olhos voltados para Deus, que nos guia. “Acima de tudo considera sempre que tu estás fazendo a vontade de Deus, alinhando a proa da tua embarcação para onde aponta o capitão do leme”. (L 83).

2 Cultive uma vida interior 

Assim como na parábola do semeador (Mt 13, 3-9), Cristo plantou no coração de cada um a semente do Reino dos Céus, mas essa precisa ser bem cuidada. Um dos melhores modos de fazer isso é por meio da vivência dos sacramentos da Igreja, especialmente a Eucaristia e a Confissão.

Além desses cinco passos, devemos buscar uma vida de constante oração, com pequenos momentos de conversa com Deus ao longo do dia. Obras de caridade, como doações ou participação em alguma ação social, também podem ajudá-lo a cultivar uma vida interior que o auxilie a viver a virtude da fé.

3 Medite com frequência nas Sagradas Escrituras e aumente sua confiança em Deus

A Bíblia nos relata nossa história de Salvação, nos mostra o quanto somos amados por Deus e nos aponta quais caminhos precisamos seguir para corresponder a esse amor. Portanto, ao meditar sobre as Sagradas Escrituras, temos a oportunidade de conhecer um pouco mais a Deus e, assim, nos aproximarmos dEle.

4 Viva uma devoção profunda à Maria e a S. José

Nossa Senhora foi a criatura que mais amou a Deus, aquela que soube servir perfeitamente, com humildade e amor. Mesmo sem entender como ou porquê seria a Mãe do Salvador, a Virgem Maria aceitou viver esse grande dom e essa imensa responsabilidade, confiando no Pai. 

Ao olharmos para a Mãe de Jesus, entendemos que não há melhor caminho a seguir do que a Vontade Divina. Por mais que tenhamos nossos planos, os sonhos de Deus para nós são muito melhores. Ela nos mostra que, ainda que enfrentemos desafios, se nos abandonarmos à Providência, estaremos dando passos seguros rumo ao Céu. 

Já São José foi um homem que, no silêncio e na contemplação ativa do trabalho, aceitou a missão de chefiar a família na qual o Filho de Deus nasceria. Ainda que não compreendesse todas as circunstâncias, sempre seguiu o sopro do Espírito Santo, confiando em tudo que Deus lhe dizia. 

Por isso, ter essas devoções é contar com dois grandes exemplos e intercessores no Céu

5 Guarde a fé que a Igreja professa 

A Igreja é a guardiã da Verdade que, ao longo dos séculos, buscou incessantemente fazer com que o anúncio do Reino de Deus chegasse a todos. Por isso, somos chamados a não apenas professar, mas a viver ardentemente essa fé. Seja no trabalho, na família ou nas horas de lazer, devemos ser verdadeiros evangelizadores, especialmente com nosso testemunho de fé.

Os frutos da confiança em Deus

Ao seguirmos todos esses passos com verdadeira piedade, com certeza estaremos mais unidos a Deus. Para a mulher africana do início do texto, esse árduo caminho enraizado na confiança em Deus trouxe os mais belos resultados. 

Pouco tempo antes de morrer, o marido dela se converteu e, após mais de três décadas de persistentes orações, o filho também decidiu abraçar a fé católica. Esse rapaz, que até então levava uma vida desregrada, entregue aos vícios, era quem hoje conhecemos como Santo Agostinho, bispo e doutor da Igreja. A mulher, por sua vez, era Santa Mônica. 

Nesta vida, vamos enfrentar inúmeros desafios, mas, certos de que o Deus não nos abandona e de que ouve nossas preces, podemos passar confiantes por essas tribulações. Isso não significa que todos os nossos pedidos serão atendidos, mas que podemos confiar que alguém cuida de nós e nos reserva o melhor.

Por isso, tenhamos fé, como nos orienta São José Marello.

“Sem fé não pode haver caridade, sem caridade não pode haver nada, absolutamente nada. Portanto: “renovamini spiritu, etc…”: renovemos o nosso espírito a cada dia, a cada hora”. (L 9)

1 thought on “5 passos para crescer na confiança em Deus”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *