Por que rezar pelos sacerdotes?

A oração deve fazer parte da rotina de todo batizado. Porém, mais do que rezar por nós mesmos, somos convidados à oração de intercessão. Por isso, é dever de todo católico rezar pelos sacerdotes e pelos irmãos, para que se fortaleçam em suas batalhas. 

Os sacerdotes são nossos pais espirituais. São verdadeiros amigos que esclarecem nossa mente para a Verdade, ou seja, são como guias que nos conduzem para o caminho da salvação.

Mais do que isso, os sacerdotes nascem do Coração de Jesus, que deu a Si mesmo como alimento na última ceia.

Eles têm o importante e necessário compromisso de serem continuadores da missão de Jesus no meio do Seu povo.

Agem in persona Christi  na distribuição dos sacramentos. Isso quer dizer que quando o padre age, não é ele, mas o próprio Cristo quem está agindo por meio dele.

A missão é tão intensa que necessitam ser socorridos por nós na oração. Por isso, é fundamental rezar pelos sacerdotes, para que o Senhor continue sustentando-os em sua missão e também para que surjam novas vocações.

Padres santos para um povo santo

Se desejamos ter santos representantes de Cristo em nosso meio, devemos rezar pelos sacerdotes, suplicando a Deus que os proteja das investidas do demônio.

Todo fiel deve rezar para que o Senhor oriente os sacerdotes na condução de suas vidas, para que saibam viver inteiramente centrados no cumprimento de sua vocação.

Se o erro de um padre afasta uma multidão, a santidade de um sacerdote pode transformar a história. Este é o testemunho que encontramos em São João Maria Vianney, e não é por acaso que ele é o padroeiro dos sacerdotes.

Logo que se tornou padre, em 1818 foi encaminhado para um vilarejo de Ars, na França, onde o povo estava perdido em cabarés, vícios, bebedeiras, bailes e blasfêmias.

O Padre Vianney, com seu imenso amor a Deus, conseguiu transformar a vida e a história daquele lugar. Passava horas no confessionário, totalmente entregue à sua vocação, acolhendo o povo com misericórdia, orientando-os na verdade de Deus.  

Não apenas seus paroquianos se converteram e desejavam confessar-se com ele, mas milhões de pessoas em toda a França. Nos seus últimos tempos de vida, recebia no confessionário mais de 200 pessoas por dia.

São João Maria Vianney tornou-se referência para os padres no dever de doar-se totalmente a Jesus pela conversão do povo até à sua própria exaustão.

A missão do sacerdócio no mundo 

O Papa Francisco afirmou que todo sacerdote é “um instrumento através do qual Cristo chega às almas, para instruí-las e preservá-las”. Ou seja, a missão primordial do padre é ensinar e santificar o povo de Deus.

Para cumprir sua missão santamente, o sacerdote deve conformar sua vontade com a vontade de Deus a partir de uma estreita relação com Ele.

A missão do sacerdote exige coragem, pois assume sacrifícios, desafios, situações difíceis e adversas. Deve trabalhar pelo bem dos que precisam, pela edificação de uma sociedade mais justa e solidária.

O sacerdote consagra sua vida no anúncio do Evangelho, e deve se deixar conduzir por um amor apaixonado por Jesus Cristo, capaz de contagiar o povo de Deus.

O amor que o sacerdote dedica ao Senhor é concretizado no seu comprometimento com os fiéis, na educação de sua fé.

O padre deve ser testemunha da vida que brota de Jesus Ressuscitado. Por isso deve viver a santidade, sobretudo na tarefa de ser missionário para transmitir a fé.

Contudo, apenas a graça de Deus torna possível a santidade. E é por isso que todo católico é convidado a rezar pelos sacerdotes. Sem a oração de intercessão dos fiéis, a missão sacerdotal torna-se ainda mais pesada e mais difícil.

Além disso, rezar pelos sacerdotes é importante porque faz a Igreja crescer em unidade e santidade.

Certa vez, o Papa emérito Bento XVI assim falou:

“A oração constante e profunda faz crescer a fé da comunidade cristã, na certeza sempre renovada de que Deus nunca abandona o seu povo e que o sustenta suscitando vocações especiais, para o sacerdócio e para a vida consagrada”.

Bento XVI

Rezar pelos sacerdotes é nossa missão

Em 1846, em La Salette, na França, Nossa Senhora apareceu para duas crianças, Maximino Giraud e Mélanie Calvat.

Por meio deles a Virgem trouxe ao mundo uma importante mensagem que desperta nossa consciência sobre a necessidade de rezar pelos sacerdotes.

Entre outros assuntos, na aparição Nossa Senhora falou sobre a infidelidade de muitas almas consagradas a Deus: 

“Os sacerdotes, ministros de meu Filho, pela sua má vida, sua irreverência e impiedade na celebração dos santos mistérios, pelo amor do dinheiro, das honrarias e dos prazeres, tornaram-se cloacas de impureza. Sim, os sacerdotes atraem a vingança e a vingança paira sobre suas cabeças”.

Nossa Senhora d eLa Salette

A Virgem ainda exortou: 

“Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus, que pela sua infidelidade e má vida crucificam de novo meu Filho! Os pecados das pessoas consagradas a Deus bradam ao Céu e clamam por vingança. E eis que a vingança está às suas portas, pois não se encontra mais uma pessoa a implorar misericórdia e perdão para o povo”.

La Salette

A mensagem de Nossa Senhora de La Salette deve ser um estímulo para que todo católico exerça sua função de intercessor e nunca deixe de rezar pelos sacerdotes para que cumpram sua missão guiados pelo Espírito Santo de Deus.

Recentemente o Papa Francisco pediu que os católicos se dediquem a rezar pelos sacerdotes “para que através de sua oração o Senhor os fortaleça em sua vocação” e sejam verdadeiros ministros da “Alegria do Evangelho”.

Portanto, nos esforcemos por oferecer jejuns, penitências e orações na intenção dos sacerdotes e religiosos.

Este conteúdo foi esclarecedor para você? Então compartilhe com seus amigos e irmãos de comunidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *